22 outubro 2016

O sangue nas mãos da TMI e TL: os traidores que não se arrependem.



Jorge F. Isah


    A teologia da libertação e da missão integral (com minúsculas, mesmo) insistem em dizer que Jesus Cristo era socialista (usam o termo como um suavizador do comunismo, para não escandalizarem os incautos ¹), mas, o primeiro exemplo de comunista nos Evangelhos é o de Judas Iscariotes² que, alegando uma coisa, dizendo sê-la boa e necessária genericamente (cuidar dos pobres), tinha em mente outra coisa, o benefício próprio (furto e enriquecimento criminoso); além do próprio Cristo afirmar que sempre haveriam os pobres. 

    Senão, vejamos:

"Então Maria, tomando um arrátel de unguento de nardo puro, de muito preço, ungiu os pés de Jesus, e enxugou-lhe os pés com os seus cabelos; e encheu-se a casa do cheiro do unguento.
Então, um dos seus discípulos, Judas Iscariotes, filho de Simão, o que havia de traí-lo, disse:
Por que não se vendeu este unguento por trezentos dinheiros e não se deu aos pobres?
Ora, ele disse isto, não pelo cuidado que tivesse dos pobres, mas porque era ladrão e tinha a bolsa, e tirava o que ali se lançava.
Disse, pois, Jesus: Deixai-a; para o dia da minha sepultura guardou isto;
Porque os pobres sempre os tendes convosco, mas a mim nem sempre me tendes." (João 12:3-8)

    Contudo, possível somente pela incredulidade e desconhecimento do verdadeiro Deus, ao se conformarem à ideia de um "deus" criado ideologicamente, como resultado de seus corações impenitentes e enganosos, esses homens, revestidos de uma pretensa piedade e zelo social, nada mais fazem do que, com suas vidas, negarem o seu discurso "amoroso" e "fraternal", numa nítida atitude de imoralidade³. Onde existem palavras doces e acolhedoras, escondem-se o ódio, a ira, e aversão a tudo o que se chama Deus, desprezando a própria revelação, o Evangelho de Jesus Cristo. 

     Como Paulo disse: 

"Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te... Que aprendem sempre, e nunca podem chegar ao conhecimento da verdade. (2Tm 3.5, 7)

     São pecadores, covardes, cúmplices do sofrimento e morte de milhares de irmãos; e considerá-los como parte da igreja, se sujeitando à sua lábia, dissimulação e desfaçatez (vá lá, pode ser apenas ignorância, mas ela não absolve ninguém de culpa), faz de qualquer um pior do que eles. E torna-os em inimigos declarados de Deus, ao desprezarem o corpo de Cristo, sua igreja, perseguida e afligida pela sanha doentia de satanás e seus asseclas, sejam anjos caídos ou homens depravados.
   
   Desses, afastemo-nos; pois eles sempre irão de mal a pior, enganando e sendo enganados (2 Tm 3.13).

Notas: 1-Em si mesmo, um eufemismo, visto defenderem caudilhos e ditadores como Fidel Castro, Hugo Chaves (e seu sucessor, Maduro), Evo Morales, Stálin, Lênin, Mao, Kim Jong-un, e outros menos votados; quando não, assassinos confessos do nível de Che Guevara, Lamarca, e o movimento guerrilheiro dos anos 60 e 70, no Brasil,  e, Farc, Sendero Luminoso e outros,  na América do Sul).

2-Enquanto cristãos são perseguidos, expropriados, torturados e mortos nos países onde os seus "ídolos" governam, os proponentes da TMI e TL não levantam uma voz (ou o dedo) para defenderem-nos. Pelo contrário, são sistemática e constantemente ignorados pelos ideólogos esquerdistas, em uma prova cabal de espírito anticristão, anti-fraternal e anti-amoroso, muito distante e diferente do discurso com o qual tentam ganhar os tolos; igualando-se ao seu mestre, Judas, o qual se apressou em trair Aquele e aqueles que dizia serem seus irmãos (e alvo de sua "preocupação") . 

3-A foto mostra-nos que Judas traiu Jesus por dinheiro, mas também por poder e incredulidade, já que ele não creu nEle como o Filho de Deus, entregando-se ao seu  ignóbil pecado de satisfazer-se com a morte ou destruição alheia. Da mesma forma, a omissão ou desinteresse, pelos irmãos espalhados pelo mundo, é a marca mais visível da incredulidade, desconhecimento e ganância (o poder quase onipresente no qual a ideologia controla mentes e corações dos defensores da TMI e TL) dos chamados cristãos "marxistas" (um termo autoexcludente em sua formulação desde o início). 

 

3 comentários:

  1. Tenho verdadeira aversão a essa tal de missão integral. Infelizmente, no meio Batista ela está se impregnando e já vem pré-moldadas dos seminários. Jovens seminaristas, futuros pastores estão sendo doutrinados por essa teologia marxista e já estão ensinando nas igrejas. No futuro, a igreja instituição humana estará tão mergulhada nisso que não será possível distingui-la das comunidades de bases da igreja católica. Hoje mesmo tenho conhecimento de congressos que ensinam isso como se fosse a maior novidade de todos os tempos e ai daqueles que se levantam contra, são logo rotulados de frios e de crentes moralistas etc. A TMI hoje é o maior inimigo do Reino de Deus, pois irá querer deturpar o verdadeiro evangelho que já é integral, não precisa de uma "nova visão" para dizer o óbvio. Contudo, a visão marxista é notória nela, quando se fala insistentemente sobre "justiça social" etc.

    ResponderExcluir
  2. Caro Tom,

    obrigado por seu comentário; e desculpe-me a demora em respondê-lo.

    Você está certo; e o posicionamento a favor da TMI e da TL mostra o quanto a igreja, ou parte dela, está se afastando do verdadeiro caminho e do Cristianismo bíblico.

    Empreendem uma verdadeira ideologização do Evangelho, tratando-o como um movimento social ou político, quando, na verdade, o próprio Senhor disse que o seu Reino não era deste mundo. Se houvesse uma unidade cristã, em prol da verdade, muitos dos líderes que hoje são bajulados e afagados, por parte da igreja, já estariam condenados ao rol dos hereges, como inimigos de Deus e da sua palavra...
    Não é possível continuar "amaciando", "tergevisando" e "eufemismando" a atitude covarde, desleal e traidora dessas pessoas.

    Há, com certeza, muitos que são enganados pela lábia dos hereges, mas, como disse no texto, a ignorância ou a ingenuidade não impede ninguém de ser condenado.

    E o problema não é exclusivo da IPB, das igrejas batistas, católicas e outras denominações, mas de toda a cristandade.

    Que o bom Deus e Senhor nos abençoe, fortaleça, e encoraje a continuar a boa luta, até aquele dia em que o veremos face-a-face.

    Grande e forte abraço, meu irmão!

    Cristo o abençoe!

    ResponderExcluir
  3. Temo que não seja somente no meio de nossos irmãos batistas que essa "teologia" demoníaca se espalha. Sou pastor presbiteriano e eu mesmo há alguns anos tinha os olhos fechados, completamente cegos. Cristão confesso,cheio de "amor pelos pobres" não conseguia enxergar que o Evangelho não precisa e nunca precisou da missão integral ou da teologia da libertação para absolutamente nada. Na verdade, a T.I. nem é integral, nem a T.L. liberta, ambas são anti bíblicas e levantam-se contra a Verdade criando uma casta de "santarrões" dentro das Igrejas para voltarem-se contra ela e a segundo, aprisiona as mentes, fazendo exatamente o contrário daquilo a que se arroga, coisas próprias da praga Comunista.

    ResponderExcluir